Etiqueta básica para vinho e festa

Tempo de leitura: 2 minutos

A coisa mais normal do mundo é levar um vinho para o anfitrião de alguma festa que você tenha sido convidado. Um dos presentes mais democráticos do mundo, certamente agrada, é útil e contribui para esse ou qualquer próximo evento que aconteça na casa deste amigo.

Aqui listamos 5 dicas para o lado do convidado e do anfitrião para que todos entendam o que fazer na hora de escolher e utilizar o presente!

Convidado:

1- Entenda um pouco o gosto do seu anfitrião. Porque comprar um espumante quando ele/ela preferem os tintos?

2- Caso não conheça o cardápio do evento, o que acontece mais usualmente, procure um vinho “neutro”: frutado, jovem, de uvas mais comerciais. Os blends (mistura de várias uvas) costumam ser boas pedidas por não apresentarem características tão marcantes e agradarem a mais pessoas que talvez prefiram uma uva específica.

3-Quer impressionar seu anfitriao?  No momento da compra peça a orientação por um vinho “tiragem especial”, ou seja, um vinho comemorativo, que é uma opção completamente diferente do que se encontra comumente nas prateleiras.

4- Talvez o anfitrião prefira servir os vinhos já selecionados para o evento. Sem problemas, a idéia é servir algo que agrade a todos.

5- Se for uma festa “cada um traz o que bebe”, relaxe e leve o que gostar mais! As bebidas são sempre compartilhadas e a troca de experiências nesse caso pode ser super interessante!

Anfitrião:

1- Guarde o vinho recebido de presente. Ele estará melhor após algumas semanas de descanso. Bonvivin sempre recomenda pelo menos 3 semanas deitadinho e no escuro.

2- É mais fácil controlar a harmonização da refeição ou da sua festa com rótulos previamente selecionados e compatibilizados com a comida.

3- Você talvez não conheça o vinho presenteado. Evite surpresas!

4- Facilita servir apenas 2 ou 3 rótulos durante o evento. Assim os convidados entendem o que estão bebendo e podem repetir quando lhes convier.

5- caso seja uma daquelas festas de “cada um traz o que bebe”, então cada um tem a responsabilidade pelo que trouxe! Nesse caso, não  há nenhuma ação por parte do anfitrião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − nove =